Blog

7 lições de bilionários para quem quer conquistar o sucesso




 

Ter uma fonte de inspiração é fundamental para quem tem o próprio negócio. É bom sempre estar de ouvidos abertos para ouvir quem já trilhou o mesmo caminho que você e prosperou.

O site da revista "Inc." compilou lições de homens de negócios que se deram extremamente bem no mundo corporativo. Para eles, a tradicional conquista do primeiro milhão representa milésimos em coparação a seus patrimônios – literalmente. Confira:

SAI

1) Tenha clientes felizes
Segundo Tej Kohli, que fez fortuna nos mercados de imóveis e software, a gestão da companhia como um todo é algo importante, mas o principal é deixar seus clientes felizes. "Nenhum planejamento é bom o suficiente se você não vender o bastante e não fidelizar quem compra o que você oferece", diz.

2) Valorize mais a falha que o sucesso
"Nada contra celebrar o sucesso, mas é mais importante prestar atenção nas suas falhas", afirma Bill Gates, fundador da Microsoft. Para ele, deve-se aprender com o erro. Assim, é possível errar menos e comemorar mais.

3) Não há atalhos
John Paul Getty, falecido magnata do petróleo, dizia que qualquer promessa de enriquecimento rápida é irreal ou ilícita. "Minha fórmula para o sucesso é acordar cedo e trabalhar muito. Somente isso."

4) Divirta-se
Para Tony Hsieh, dono do e-commerce de vestuário Zappos, a diversão é essencial por um motivo simples: quando se perde o prazer em fazer o que gosta, o dinheiro não vale mais a pena. "Divirta-se. Tudo se torna mais agradável quando você tenta fazer mais do que engordar sua conta bancária."

5) Inove
"Se você quer conquistar o sucesso, você deve explorar novos caminhos em vez de seguir uma trilha já desbravada por alguém" é uma das frases mais conhecida de John D. Rockefeller e serve como contraponto ao modelo de copycat – a replicação de um mesmo conceito em vários países–, bastante comum atualmente.

SAIBA MAIS

6) Arrisque
Para Mark Zuckerberg, do Facebook, a prudência é um defeito. Quem não se arrisca, segundo ele, não tem recompensas. "O maior risco para um empreendedor é não arriscar. Em um mundo como o nosso, em que tudo muda rapidamente, só há uma garantia: quem não é arrojado fica para trás."

7) Tenha equilíbrio
"Deve haver um balanço na vida. Um equilíbrio entre negócios, família e a oportunidade de aprender e ensinar." As palavras são de Chuck Feeney, empreendedor octogenário que ganhou dinheiro com lojas de duty free. Em 1982, Feeney criou a The Atlantic Philanthropies, instituição que doou, desde que foi criada, mais de US$ 5 bilhões para causas humanitárias ao redor do mundo.

fonte: http://revistapegn.globo.com/